Conteúdo ocultar
1 Receitas Portuguesas

Receitas Portuguesas

Portugal foi responsável por colonizar o Brasil e isso deixou em nosso povo uma grande marca cultural, até hoje a cultura portuguesa é super apreciada, por isso mesmo as receitas portuguesas na lista de hoje são fundamentais para a sua mesa.

Receitas Portuguesas

As receitas portuguesas são ricas em sabor e diversidade, embora elas costumam abusar dos ovos cada uma das receitas selecionadas para esta lista tem um resultado incomparável com uma textura sem igual.

Historia das receitas portuguesas

Tudo começou com a chegada das grandes caravelas no Brasil, A culinária portuguesa que sempre foi uma das mais notáveis da Europa adotou alguns dos ingredientes do novo mundo e pronto, as receitas portuguesas mais deliciosas da historia nasceram bem aqui.

Galeria de Imagens receitas portuguesas

Vamos dar uma olhada rápida no que separamos para a lista de hoje, vinte pratos deliciosos que você precisa conhecer e experimentar o mais rápido possível.

Chega de perder tempo, vamos agora mesmo começar a lidar com as receitas portuguesas mais deliciosas que você vai ver em qualquer lugar do mundo.

Dicas para fazer receitas portuguesas

  • Fuja do comum, as receitas portuguesas são resultado de uma cultura que esta sempre crescendo e mudando, então não perca a chance de adicionar novos ingredientes e fazer testes com novos sabores.
  • Cuidado com o exagero, essas receitas são perfeitas por causa do equilíbrio de seus ingredientes, ou seja, procure não exagerar na dose ou você vai acabar afogando certos sabores e tendo um resultado inferior.
  • Não tenha medo de combinar, todas as receitas portuguesas são saborosas por si só, mas você pode criar verdadeiros banquetes ao colocar duas ou mais delas na mesma mesa, aproveite.

1 – Molotof com Caramelo

O Molotof com Caramelo é Delicioso super fácil de fazer (especialmente para aproveitar claras), mas estranho ser a receita portuguesa mais popular em 2019!

Receitas Portuguesas

Vamos conhecer um pouco mais sobre essa receita de Molotof com Caramelo.

Ingredientes Molotof com Caramelo:

A receita de hoje não tem nada de misteriosa e é mais uma dica para facilitar o nosso dia a dia.

  • Clara – 12
  • Açúcar – 12 Colheres de Sopa
  • Açúcar Amarelo – 1 Chávena
  • Natas – 1/2 Chávena (ou se quiseres mais suave 1/4 leite 1/4 natas)
  • Manteiga – 2 Colheres de Sopa
  • Sal – Pitada

Passo a passo Molotof com Caramelo:

Antes de começar o passo a passo tenha certeza de ter tudo o que você precisa em volta.

  1. Para fazer o molotof começa-se por pré-aquecer o forno a uns 180 C.
  2. Depois numa taça grande bater as claras em castelo, depois adicione o açúcar e bata um pouco mais (normalmente faço 12 colheres mas faz 10 experimenta e ajusta de acordo com o teu gosto, deve ser doce mas não super doce), até estar tudo bem em castelo.
  3. Agarra numa forma de castelo e unte muito bem com manteiga, isto é importante porque as claras são frágeis e pegam com facilidade, neste ponto se quiseres podes pôr no fundo um pouco do caramelo, eu normalmente não ponho.
  4. Leva ao forno por volta de 20 minutos, depois de passar o tempo, desliga o forno e deixar o molotof lá dentro a secar um pouco, tira quando forno tiver arrefecido.
  5. Por fim desenforma com cuidado e cobre com o caramelo líquido.
  6. O caramelo é simples, junta todos os ingredientes, o açúcar com 2 colheres de sopa de água, deixe caramelizar até começar a escurecer (ainda não é um caramelo mas está num ponto perto), nesse ponto retire do lume, adicione a manteiga mexe e depois as natas e mexe bem, volta a pôr no lume mais uns 5 minutos para ficar um pouco mais espesso e por fim uma pitada de sal e já está.

2 – Rancho à Portuguesa

O Rancho à Portuguesa é Simples e bom para render sobras de carne ou para fazer numa festa.

Receitas Portuguesas

Você não vai acreditar no sabor desta delicia de Rancho à Portuguesa.

Ingredientes Rancho à Portuguesa:

Leve a qualidade dos ingredientes em consideração, quanto mais novo o ingrediente melhores são os resultados na receita.

  • Grão – 250 gr
  • Massa Macarrão – 150 gr
  • Carne de Vaca – 500 gr
  • Chouriço de Sangue – 1
  • Toucinho – 200 gr
  • Cebola – 1
  • Alho – 3 Dentes
  • Vinho Branco – 100 ml
  • Colorau – 1 Colher de chá
  • Louro – 1 Folha
  • Azeite – A gosto
  • Pimenta – A gosto
  • Sal – A gosto

Passo a passo Rancho à Portuguesa:

Para não perder tempo verifique se tudo o que você precisa está ao alcance e tenha certeza de que tudo vai sair como o planejado.

  1. Faz-se um refogado numa panela com um fio de azeite, o alho esmagado, a folha de louro e a cebola picada e deixa alourar a cebola.
  2. Depois junte a carne em cubos, o chouriço em fatias grossas e o toucinho em cubos grandes com o colorau, pimenta e sal e deixa a carne ganhar cor.
  3. A seguir junte o vinho branco, e um copo de água (ou se cozerem o grão, usa a água de cozer o grão) e deixe estufar em lume brando, se for necessário adicione mais água.
  4. Quando a carne estiver tenra, adicione o macarrão e um pouco mais de água quente e deixe cozer, quando o macarrão estiver quase cozido adicione o grão, deixa o macarrão acabar de cozinhar e retifica os temperos.

3 – Broa de Milho

 Broa de Milho, Quem é que não adora uma bela broa? bem feita dura o dobro de tempo que pão normal e a doçura torna ideal para comer sozinha ou para acompanhar diversos pratos

Receitas Portuguesas

Se prepare para experimentar algo completamente único com a Broa de Milho.

Ingredientes Broa de Milho:

Separar os ingredientes antes de começar a preparar vai ajudar a verificar se você tem tudo o que precisa e te dar tempo de refazer os estoques quando precisar.

  • Farinha de Milho – 1kg
  • Farinha – 300gr
  • Fermento de Padeiro – 17gr
  • Água – 1,25 litros (+/-)
  • Sal – q.b. (+/- 1 colher de chá)

Passo a passo Broa de Milho:

Lave bem as mãos antes de começar a manipular os ingredientes, evite contaminar seus alimentos.

  1. Dissolve o fermento de padeiro em um pouco de água morna.
  2. Depois de este estar bem dissolvido, mistura as duas farinhas com um pouco de sal (eu diria +/- 1 a 2 colheres de sopa), e amassa bem, adicionado aos poucos a água morna, normalmente os movimentos são de puxar as bordas e amassar para dentro, quando a massa começar a soltar das paredes (não necessariamente dos dedos) não adicionei mais água, até criares uma bola de massa suave, usa farinha de trigo se precisares de uma ajuda.
  3. Agora cobre a massa com um pano num lugar morno e deixe a levedar pelo menos 1 a 2 horas, quando a massa começar a quebrar a superfície a mostrar rachas é um sinal que está boa para cozinhar.
  4. Com esta quantidade de massa dá para fazer duas broas, divide ao meio cria duas bolas, faz isto numa bancada bem enfarinhada.
  5. Depois dispõe estás num tabuleiro de levar a forno polvilhada também com bastante farinha, para um forno pré-aquecido quente a uns 250ºC por uns 30 a 40 minutos (se fizeres boazinhas pequenas claro cozem muito mais rápido).
  6. Tira quando estiverem bem douradas e polvilha com mais farinha por cima.

4 – Folar de Carne à Transmontana

 Folar de Carne á Transmontana – Claro a ideal sandes já feita! Parece complicada mas depois de tentares um par de vezes faz-se sem problemas e claro podes experimentar com diversas carnes e recheios.

Receitas Portuguesas

Este Folar de Carne à Transmontana é um sabor que não pode faltar na sua mesa.

Ingredientes Folar de Carne à Transmontana:

O mais importante é acertar nos ingredientes mesmo que você não consiga medir as quantidades corretamente, tente manter o equilíbrio e o resultado vai ser delicioso.

  • Farinha – 1 Kg
  • Fermento de Padeiro – 30 gr
  • Ovo – 12
  • Ovo – Para Pincelar
  • Manteiga – 250 gr
  • Azeite – 50 gr
  • Salpicão – A gosto
  • Presunto – A gosto
  • Linguiça – A gosto
  • Toucinho – A gosto
  • Sal – A gosto

Passo a passo Folar de Carne à Transmontana:

Para poupar tempo organize os ingredientes de modo que você possa rapidamente ter acesso a tudo o que você for precisar.

  1. Desfaz o fermento de padeiro num pouco de água morna, depois de desfeito cria um monte de farinha e faz um buraco no meio, deite lá dentro a água com o fermento, seguido dos ovos (à temperatura ambiente), e amassa tudo muito bem.
  2. Depois volta a fazer um buraco a acrescentar a manteiga derretida e o azeite e um pouco de sal (não é preciso muito porque as carnes já são um pouco salgadas), e volta a amassar tudo muito bem, se for preciso acrescente um pouco de água, bate ela bem até que ela não pega no alguidar ou bancada.
  3. Depois polvilha com farinha e deixa ela descansar e levedar pelo menos 1 hora num local quente.
  4. Quando tiver passado o tempo, divide a massa em 3 partes, põe a primeira parte num tabuleiro untado com margarina (ou papel anti-aderente) para ir ao forno, espalhe um pouco e dispõe as carnes por cima dessa bola, podes escolher as carnes que quiseres, chouriços, carnes assadas ou até frango já cozido servem bem, depois põe outra parte da massa e repete o processo e por fim põe a última parte e molda para fazer uma bola.
  5. Agora volta a pôr de parte mais 1 hora num sítio quente para levedar mais um pouco.
  6. Pincelar com um ovo batido o topo e leve a cozer em forno quente uns 200 C, o folar deve estar pronto em uns 45 minutos.

5 – Toucinho do Céu

Toucinho do Céu – Ah um doce Alentejano, já sabemos que vai ter toneladas de ovo e açúcar, acho que todos eles deviam ter um aviso para tomar com bastantes copos de leite (não deixa de ser delicioooooso).

Receitas Portuguesas

Depois de experimentar o Toucinho do Céu você nunca mais vai esquecer esse sabor.

Ingredientes Toucinho do Céu :

Simplesmente vendo a lista de ingredientes você já vai ficar com água na boca, mas não se preocupe o sabor não vai te desapontar de maneira alguma.

  • Gema – 15
  • Doce de Gila – 1 Colher de chá
  • Canela – 1 Colher de chá
  • Manteiga – 30 gr
  • Açúcar – 500 gr
  • Água – 250 ml
  • Farinha – 60 gr
  • Amêndoa – 250 gr (ralada finamente)
  • Manteiga – Para untar
  • Farinha – Para polvilhar
  • Açúcar – Para polvilhar

Passo a passo Toucinho do Céu :

O processo de preparo da receita é a parte mais delicada então se mantenha atento e evite erros, sua receita merece atenção total.

  1. Num tacho, leva a água ao lume com o açúcar e deixe ferver suavemente, certa de de 5 a 10 minutos até obteres o ponto de pérola (é quando se deixa escorrer a calda de açúcar na colher de pau e no fim vê-se a formar na ponta uma pequena pérola de calda).
  2. Quando atingir esse ponto adicione o doce de chila e a amêndoa ralada misturada com a farinha sempre e deixe cozinhar um pouco, uns 2 a 3 minutos, depois retire do lume.
  3. Junte numa tigela à parte as gemas, a canela e a manteiga, misturar bem, depois tira um pouco da calda de chila e amêndoa e mistura com as gemas, mexer bem, depois deita mais um pouco, fazes isto para não talhar as gemas, depois de tudo misturado, volta a levar ao lume brando sempre a mexer para engrossar mais um pouco.
  4. Por fim põe o forno a pré-aquecer a 180 C e numa forma redonda untada com manteiga e polvilhada com farinha (ou forrada com papel vegetal) deite o preparado e leve ao forno, deve demorar +/- 1 hora.
  5. Desenformar depois de frio, e polvilhe com bastante açúcar em pó.

6 – Bolo de Bolacha

Bolo de Bolacha – Não sei se é uma receita típica portuguesa, mas é super popular em Portugal.

Receitas Portuguesas

Surpreenda todos os seus convidados com essa receita maravilhosa de Bolo de Bolacha, lendo o passo a passo bem simples!

Ingredientes Bolo de Bolacha:

Na hora de separar os ingredientes você pode ter uma ideia inovadora, fazer experimentos e testar é super válido mas experimente em pequenas quantidades para poder controlar os resultados.

  • Açúcar – 400 gr
  • Manteiga sem Sal – 400 gr
  • Bolacha Maria – 700 gr
  • Ovos – 4
  • Limão – 1 (Raspa)
  • Café – O necessário para molhar as bolachas

Passo a passo Bolo de Bolacha:

Ao começar a preparar sua receita procure manter atenção total, assim você evita erros e acidentes desnecessários.

  1. A manteiga têm de estar á temperatura ambiente.
  2. Misturar a manteiga com o açúcar. Bater até fazer creme. Vai demorar uns 30 minutos. Leva tempo mas vale a pena.
  3. Depois junte as gemas uma a uma. Bata bem até formar creme. Junte a raspa do limão.
  4. Bata as claras em castelo. Misture as claras com cuidado. Sempre de cima para baixo.
  5. Num prato de servir treine a forma com as bolachas. Elas têm que ficar encostadas umas às outras. Pode ser retangular ou em forma de flor a começar no centro.
  6. Prepare o café. Ainda morno molhe as bolachas mas não as ensope. Coloque as bolachas molhadas no prato.
  7. Cubra com uma camada fina de creme. Têm de ter paciência para ir tapando todos os espaços.
  8. Outra camada de bolachas molhadas no café. Elas têm de ficar em cima das outras para formar um bolo. cubra com o creme.
  9. Vá formando as  camadas lembrando que a última camada é de creme e que têm de dar para cobrir á volta.
  10. o se preocupe se o creme não parecer muito homogêneo. Depois de o levar ao frigorífico o creme vai ficar rijo.
  11. Pode decorar com nozes picadas, amêndoa torrada e depois picada ou chocolate raspado.
  12. É importante ficar uma 4 horas no frio.Depois vai ser fácil cortar o bolo.

7 – Pica-Pau

Pica-Pau – Petisco ideal de tascas ou em festas, aquela combinação de carne com picles é deliciosa.

Receitas Portuguesas

Você vai ficar com água na boca por causa do Pica-Pau do começo ao fim.

Ingredientes Pica-Pau:

Compre os ingredientes em locais de confiança e tenha certeza de que nada está estragado ou fora da validade antes de começar.

  • Porco – 500 gr
  • Manteiga – 2 Colheres de Sopa
  • Cerveja – 200 ml
  • Alho – 1 Dente
  • Mostarda Amarela – 2 Colheres de Sopa
  • Azeitonas Pretas – A gosto
  • Pickles – A gosto
  • Sal – A gosto
  • Piripiri – A gosto

Passo a passo Pica-Pau:

O melhor jeito de preparar qualquer receita é colocando a mão na massa, retire anéis e relógios, qualquer coisa que possa atrapalhar sua movimentação ou cair dentro da comida.

  1. Corta a carne em pedaços pequenos (pedaços fáceis para picar com um palito), depois põe numa tigela com sal, piripiri (ou molho picante), o dente de alho esmagado e a cerveja e deixe marinar pelo menos 1 hora.
  2. Depois de marinada, põe uma frigideira ao lume com a manteiga para derreter, seguida da carne para fritar bem ambos os lados. Quanto os lados estiverem dourados, deite a marinada por cima e deixe refogar uns 10 minutos em lume alto.
  3. Passado os 10 minutos põe 2 colheres de mostarda amarela e experimenta, retifica temperos, quando for altura de servir deitar uma mão cheia de picles e azeitonas lá para dentro, mistura e está pronto a servir.

8 – Tarte de Amêndoa Algarvia

Tarte de Amêndoa Algarvia – Existe algo mágico naquela amêndoa caramelizada, deliciosa e estaladiça.

Receitas Portuguesas

Só de olhar a imagem você já sabe que a Tarte de Amêndoa Algarvia é uma delícia.

Ingredientes Tarte de Amêndoa Algarvia :

Se não tiver algum dos ingredientes em casa você pode usar a criatividade para improvisar, o sabor vai ser algo original com o seu estilo.

  • Farinha – 150 gr
  • Açúcar – 100 gr
  • Manteiga – 100 gr
  • Ovo – 1
  • Fermento – 1 Colher de chá
  • Leite – 3 Colheres de sopa
  • Amêndoa – 150 gr (Em lâminas ou palitos)
  • Açúcar – 100 gr
  • Manteiga – 125 gr
  • Leite – 3 Colheres de sopa
  • Sal – Uma pitada

Passo a passo Tarte de Amêndoa Algarvia:

Mesmo nas receitas mais simples é importante ficar atento para não cometer erros, o sabor perfeito é resultado da sua dedicação a receita.

  1. Começa por fazer a base, misture o açúcar, o ovo e manteiga amolecida.
  2. Depois da mistura estar homogénea, acrescenta o leite e a farinha com o fermento e envolva bem sem bater.
  3. Por fim unte uma base para tartes com um pouco de manteiga e polvilha com farinha, deite a massa lá dentro e espalma para ficar na forma desejada, leva a um forno pré-aquecido a 180C uns 15 minutos para assentar e ficar meio cozida, retire do forno e põe de parte.
  4. Agora para o recheio, num pequeno tacho junte todos os ingredientes do recheio, a amêndoa, o açúcar, a manteiga, o leite e uma pitada de sal, mistura e leve ao lume por uns minutos até levantar fervura, no total uns 5 ou 6 minutos, só para misturar bem os ingredientes.
  5. Deita toda a mistura por cima da base e volta a levar ao forno a 180 C até ficar bem caramelizado em cima, o que deve ser por volta de uns 15 minutos, e está pronto a servir.

9 – Pasteis de Nata

Pasteis De Nata – Só deve estar aqui e não em numero 1 porque toda a gente em Portugal já sabe onde os comprar já feitos! 😛

Receitas Portuguesas

Gostou do que viu? então vamos aprender mais sobre essa receita fantástica de Pasteis de Nata.

Ingredientes Pasteis de Nata

Mesmo em receitas com ingredientes parecidos o sabor é sempre único, ou seja, escolha seus ingredientes com carinho.

  • Farinha – 300 gr
  • Manteiga – 250 gr (fria)
  • Água – Q.B. (fria)
  • Sal – Uma pitada
  • Nata – 500 ml
  • Gema – 9
  • Açúcar – 9 Colheres de Sopa
  • Canela – A gosto
  • Açúcar – A gosto (em pó)

Passo a passo Pasteis de Nata:

Lembre, você não precisa fazer tudo sozinho, preparar receitas deliciosas em família é uma ótima forma de apreciar ainda mais o sabor.

  1. Começa pela massa folhada (como disse em cima, podes sempre saltar este passo comprado massa folhada já feita), é preferível fazeres isto numa máquina, mistura a farinha com uma pitada de sal, põe a manteiga (fria) lá dentro cortada em cubos e mexe com a máquina até teres uma massa e a manteiga estar razoavelmente dispersa, o que deve dar uma mistura bastante farinhenta.
  2. Agora tira a massa para fora e vais acrescentar aos poucos água até criares uma massa que podes manusear, amassa um pouco mas não muito (porque o calor das tuas mãos vão começar a amolecer a manteiga e tu não queres a manteiga derretida), o suficiente para teres uma massa.
  3. Agora está na altura de folhar a massa, estenda a massa num retângulo, depois dobra a partir dos lados mais compridos, até 1/3 e depois dobra o outro lado, de forma a ficares com um retângulo comprido e mais grosso, agora enrola esse retângulo como um caracol, e volta a estender a massa, repete este processo mais 2 vezes (para um total de 3 vezes), o que isto cria é prender ar entre as camadas de massa.
  4. ora põe película aderente na massa e põe de parte a descansar, pelo menos 30 minutos.
  5. Depois de descansado, estende a massa até ter pelo menos 2 cm de espessura, usa um disco/copo para cortar discos da massa e coloca cada disco numa forma de queques, toma cuidado para ficar bem acomodada, se esta for de metal unta primeiro com manteiga, se for de silicone não é preciso.
  6. Para fazer o recheio, leve ao lume em banho-maria as gemas batidas com açúcar e natas, vai mexendo com uma varinha até começar a engrossar, nesse ponto tira de parte e deixe arrefecer um pouco, por fim deita em cada forma um pouco do preparado, não deites até acima porque a massa vai crescer e não queres que saia por fora.
  7. Leva a um forno pré-aquecido a 180 C durante uns 25 minutos, até os pastéis estiverem tostados ou cozidos completamente.
  8. Sirva com açúcar em pó e canela em pó à parte para polvilhar por cima.

10 – Bacalhau com Natas

Bacalhau com Natas – Um dos pratos mais populares de bacalhau, provavelmente por ser fácil e versátil de fazer, podes usar postas ou restos de bacalhau.

Receitas Portuguesas

Esse sabor de Bacalhau com Natas nunca mais vai sair da sua cabeça.

Ingredientes Bacalhau com Natas:

Olhando a lista de ingredientes você já vai ter uma ideia do sabor, então esteja preparado para uma experiência culinária que você vai amar.

  • Bacalhau – 500 gr (+/- 2 postas do lombo)
  • Batata – 6
  • Cebola – 2
  • Alho – 3 Dentes
  • Natas – 200ml (1 pacote)
  • Leite – 200 ml
  • Noz Moscada – A gosto
  • Azeite – A gosto
  • Pimenta – A gosto
  • Sal – A gosto

Passo a passo Bacalhau com Natas:

Higiene primeiro, antes de começar a preparar sua receita tenha certeza de lavar bem as mãos e garantir que todos os equipamentos estão limpos.

  1. Se o bacalhau ainda não está cozido, coza o bacalhau até estar pronto, depois tira as espinhas as peles e desfaz em nacos grandes.
  2. Começa por cozer as batatas eu pessoalmente não ligo muito para a casca, mas podes descascar as batatas e levar a cozer em água temperada, até estarem boas, não é preciso cozer demasiado porque depois como vão ao forno podem acabar lá se ainda precisarem de uns minutos para estarem no ponto.
  3. Entretanto numa frigideira põe a cebola cortada em rodelas finas com um fio de azeite com os dentes de alho esmagados e deixe refogar até a cebola alourar. Depois junte o bacalhau, prova e retifica com sal e pimenta.
  4. Junta ao preparado o leite e as natas e uma colher de manteiga e uma pitada de noz moscada e deixe engrossar um pouco o molho, prove para ver se é preciso ajustar, quanto estiver a gosto, retire do lume.
  5. Escorre as batatas e corta elas em cubos e deite com a mistura do bacalhau e envolva bem, depois coloca tudo numa travessa ou pirex para levar ao forno pré aquecido quente a uns 200 C só o suficiente para gratinar o topo e já está pronto!

11 – Carne de Porco à Alentejana

Carne de Porco à Alentejana – Prato típico Alentejano, combinando ameijoas com cubos de carne de porco frita… hummmm .

Receitas Portuguesas

Perfeito para mostrar suas habilidades na cozinha e impressionar aquela pessoa especial com a Carne de Porco à Alentejana.

Ingredientes Carne de Porco à Alentejana:

A lista de ingredientes foi criada com uma proporção, caso deseje aumentar a quantidade lembre de manter o equilíbrio nas porções de todos os ingredientes.

  • Vinho Branco – 300 ml
  • Porco – 800 gr
  • Alho – 3 Dentes
  • Massa de Pimentão – 2 Colheres de Sopa
  • Sal – A gosto
  • Pimenta – A gosto
  • Coentros – 1 Raminho
  • Louro – 1 Folha
  • Limão – 1
  • Banha – 125 gr
  • Amêijoa – 800 gr
  • Pickles – A gosto (vegetais conservados em vinagre)

Passo a passo Carne de Porco à Alentejana:

Pense com Segurança, facas e outros objetos cortantes devem ser manipulados com cuidado, evite acidentes e tenha uma experiência mais saborosa na cozinha.

  1. Primeiro começa-se por criar a marinada para a carne, junta-se a massa de pimentão, os dentes de alho esmagados, o louro, sal, pimenta e o vinho branco.
  2. Corta-se a carne de porco em cubos, e junta-se a marinada e deixa-se repousar de um dia para outro no frigorífico.
  3. Com as amêijoas se ainda não estão limpas, então ponham em água com sal umas 2 horas para perderem as areias, depois de passá las por água a correr.
  4. Começa-se a cozinhar com uma frigideira larga e alta, deita-se a banha e deixa-se aquecer, depois escorre-se a carne de porco (guarda a marinada) e quando a frigideira estiver quente deita-se a carne, queremos apurar todos os lados e selar a carne.
  5. Quando a carne estiver alourada, junte a marinada e deixe ferver uns minutos e depois junte as amêijoas.
  6. Vai mexendo e tomando conta, quando as amêijoas abrirem todas, junte os coentros picados, dá umas voltas e tira do lume.
  7. Serve com picles e com fatias de limão que combinam mesmo bem com a doçura da carne e das amêijoas, acompanhado com batatas fritas aos cubos.

12 – Tarte de Natas

Tarte de Natas – É um doce bastante simples mas evidentemente super popular 😛

Receitas Portuguesas

Ninguém vai acreditar que foi você que fez esse Tarte de Natas.

Ingredientes Tarte de Natas:

Separe todos os ingredientes antes de começar, assim você não corre o risco de se perder no meio da receita nem de esquecer nada.

  • Nata – 2 Pacotes (2 dl)
  • Leite Condensado – 1 Lata
  • Gelatina – 5 Folhas
  • Clara – 2
  • Bolacha Maria – 1 Pacote

Passo a passo Tarte de Natas:

Cuidado com as crianças, cozinhar com crianças por perto exige atenção redobrada, é importante garantir a segurança dos pequenos ajudantes antes de qualquer coisa.

  1. Bater as natas com o leite condensado.
  2. As folhas de gelatina devem ser previamente demolhadas em água fria. Entretanto aqueça 1 dl de água quando ferver tire para fora. Retire as folhas de gelatina da água fria e esprema bem. Derreta as folhas na água quente e mexa com uma colher até ficar tudo dissolvido. Junte ao primeiro preparado e mexa bem.
  3. Bate as claras em castelo e depois misture ao preparado.
  4. Unte uma forma de tarte com margarina e depois polvilhe com a bolacha que foi previamente triturado ou esmagadas.Para desenformar melhor pode forrar a base com papel vegetal. Guarde um pouco de bolacha para decorar.
  5. Deite o preparado na forma. Tape com uma película transparente e leve ao frigorífico no mínimo 6 horas.
  6. Para desenformar pode molhar a forma em água quente para soltar. Depois decore com o resto das bolachas esmagadas.

13 – Feijoada à Transmontana

Feijoada à Transmontana – Tem de ser assim para passar um Inverno em Trás-os-Montes, comida forte e deliciosa.

Receitas Portuguesas

Suas visitas não vão conseguir parar de comer sua Feijoada à Transmontana.

Ingredientes Feijoada à Transmontana:

Os ingredientes são uma sugestão mas você pode alterar a receita para ficar mais com a sua cara, apenas tenha cuidado para manter o sabor equilibrado.

  • Feijão Vermelho – 1 Kg (Seco)
  • Orelha de Porco – 500gr
  • Focinho de Porco – 200 gr
  • Pé de Porco – 1 Inteiro
  • Linguiça – 1 (ou um chouriço)
  • Salpicão – 100gr
  • Presunto – 100 gr
  • Azeite – 10 ml (2 Colheres de sopa)
  • Cebola – 1 Grande (ou 2 médias)
  • Salsa – 1 Ramo
  • Louro – 1 Folha
  • Alho – 2 Dentes de Alho
  • Cravinho – 1
  • Pimenta Branca – A gosto
  • Colorau – A gosto
  • Malaguetas – A gosto
  • Sal – A gosto

Passo a passo Feijoada à Transmontana:

Muito cuidado ao lidar com os ingredientes, tenha certeza de que todos os utensílios estão limpos e procure manter os ingredientes separados até o momento do uso.

  1. Começa de véspera a pôr de molho em água fria, numa taça funda o feijão previamente lavado (se tiveres feijão já previamente cozido, então salta esta parte) e noutra taça adicione as carnes (exceto os chouriços) também de molho.
  2. No dia seguinte, começa por cozer o feijão já previamente demolhado em água o suficiente para cobrir o feijão com um pouco de sal.
  3. Noutra panela (se quiseres despachar podes usar a panela de pressão) junta as carnes todas incluído os chouriços, com água a cobrir toda a carne e sal, depois de cozidos, retirar as carnes e corta tudo em pedaços grandes.
  4. Numa panela põe um fio de azeite e começa a alourar a cebola, depois adicione o feijão com a água do feijão (se for muita água, então não deites toda).
  5. Depois junta as carnes com um pouco da água que usaste para cozer as carnes, retifica o sal, junte a salsa picada, a folha de louro, os dentes de alho esmagados, um pouco de malagueta, uma pitada de colorau, e um cravinho.
  6. Agora deixe apurar em lume brando, prova e retifica até ficar com tudo bem cozido e um molho delicioso.
  7. Servido tradicionalmente com arroz branco de forno.

14 – Prego no Pão

Prego no Pão – O que? o prego ganhou a bifana!!!! sacrilégio! 😛

Receitas Portuguesas

Com essa delícia de Prego no Pão na mesa você vai se sentir profissional.

Ingredientes Prego no Pão:

Você sempre pode adicionar outros ingredientes de sua escolha, experimentar é divertido e pode trazer surpresas deliciosas.

  • Carne de Vaca – 2 Bifes finos de Novilho
  • Margarina – A gosto
  • Pimenta – A gosto
  • Sal – A gosto
  • Alho – 1 Colher sopa de Massa de Alho ou 2 Dentes em pasta
  • Limão – 1/2 Sumo (pequeno)
  • Cerveja – 1
  • Azeite – A gosto
  • Louro – 1
  • Pão – 1 Papo Seco

Passo a passo Prego no Pão:

Na hora de seguir o passo a passo você vai entrar em contato direto com os ingredientes, lembre de lavar bem as mãos antes de começar.

  1. Primeiro vamos pôr a carne de molho, se carne não for muito boa este passo ainda têm mais importante, e em vez de 1 hora, deixem de um dia para outro, vão ver que o limão e a cerveja vai tornar a carne muito mais macia (durante 1 hora é só para dar sabor), neste ponto vemos os bifes numa tigela com um fio de azeite, sal, pimenta, massa de alho, o louro, o sumo de limão e a cerveja até cobrir tudo, deixar repousar pelo menos a tal hora.
  2. Depois dos bifes repousarem, ponham um fio de azeite e uma colher de margarina numa frigideira deixe derreter e quando estiver quente ponha os bifes (escorridos, mas guarde a marinada), mais um pouco de sal e pimenta em cada bife, quando estiver na altura de virar os bifes, virem e depois deitem umas colheres da marinada para dar mais sabor aos bifes, queremos eles sumarentos.
  3. Quando estiverem prontos é só pôr dentro de uma carcaça e marchar! E sim eu gosto do meu prego com dois bifes 🙂
  4. Fica também excelente com um pouco de mostarda e um ovo frito, ou se em vez de fritar, grelhar os bifes, como também servir com pão alentejano ou pão de sementes.

15 – Peixinhos da Horta

Peixinhos da Horta – Um dos meus petiscos favoritos de longe! Quando chega a época do feijão verde começo logo a ligar a fritadeira heheheh.

Receitas Portuguesas

Com essa receita de Peixinhos da Horta fica difícil manter qualquer dieta.

Ingredientes Peixinhos da Horta:

A chave para essa receita são os ingredientes bem equilibrados para criar um sabor marcante.

  • Feijão Verde – 500 gr
  • Farinha – 160 gr (4 colheres de sopa cheias)
  • Fermento em pó – 1 colher de café
  • Azeite – 1 colher de sopa
  • Cerveja – 1 dl
  • Ovo – 2
  • Sal – Q.b
  • Pimenta – Q.b
  • Picante – Opcional
  • Óleo – O Necessário para Fritar

Passo a passo Peixinhos da Horta:

procure seguir os passos na ordem correta para evitar erros e garantir um sabor melhor para sua receita.

  1. Arranje o feijão verde. Tire as extremidades e corte ao meio ou em três se for muito grande. Leve a cozer em água a ferver e com um pouco de sal. Até estar tenro mas ainda rijo. Escorra e deixe arrefecer.
  2. Numa tigela deite a farinha peneirada com o fermento.
  3. Faça uma cova ao meio e deite dentro os ovos um a um. Misture com a farinha de dentro para fora.
  4. Junte o azeite e depois a cerveja e tempere com sal, pimenta e picante.
  5. Bata bem a massa e depois deixe repousar durante 30 minutos.
  6. Ponha o óleo ao lume.
  7. Deite o feijão dentro da tigela. Envolva.
  8. Dei Te um bocadinho de pão para verificar se o óleo está quente. Se começar a fritar suavemente, está pronto para começar a fritar.
  9. Deite, com ajuda de uma colher ou um garfo, o feijão um a um no óleo.
  10. Pode acompanhar com arroz ou com uma salada.

16 – Choquinhos à Algarvia

Choquinhos à Algarvia – Chocos, ervas e azeite, não é preciso mais nada.

Receitas Portuguesas

Prepare-se para conhecer o Choquinhos à Algarvia, seu novo prato preferido da vida.

Ingredientes Choquinhos à Algarvia:

Tenha certeza de verificar as quantidades, exagerar em um ingrediente pode estragar o sabor.

  • Chocos – 800gr
  • Alho – 8 Dentes
  • Louro – 2 Folhas
  • Vinho Branco – A gosto (+/- 4 Colheres de sopa)
  • Azeite – A gosto
  • Piripiri – A gosto
  • Limão – Sumo a gosto
  • Coentros – A gosto
  • Pimenta – A gosto
  • Sal – A gosto

Passo a passo Choquinhos à Algarvia:

Mesmo em receitas simples a atenção é fundamental, você deve ter o cuidado de seguir os passos da receita da melhor maneira possível para evitar erros desnecessários.

  1. Escolhe chocos pequenos, se não estiverem limpos, tens de os limpar (como alternativa podes comprar congelados, que já vêm limpos), se forem pequenos não precisas de fazer nada se alguns forem maiores ou os chocos são grandes, então corta em pedaços mais pequenos, salpica eles com um pouco de sal.
  2. Numa frigideira cobre o fundo da frigideira com azeite e deite lá para dentro os dentes de alho esmagados só para abrir a pele, põe os alhos com pele na frigideira (isso impede o alho de queimar mas ainda deixa muito do sabor e carameliza o alho dentro da casca para poderes comer com os chocos), as folhas de louro e um toque de piripiri, deixa a casca do alho alourar um pouco.
  3. Depois adicione os chocos para começarem a ganhar cor, baixa o lume e adiciona um bocadinho de vinho branco, não muito, apenas para dar um sabor e impedir a frigideira de ficar seca, os chocos vão sempre começar a libertar água, tapa e espera uns 10 minutos para cozinhar
  4. Passado os 10 minutos, destape e volta a aumentar o lume para o máximo para evaporar o líquido, quando evaporar, retira do lume adicione coentros, pimenta e sumo de limão a gosto.
  5. E está pronto a servir, tradicionalmente é acompanhado por batata cozida, arroz branco, batatas fritas em cubos ou uma saladinha.
  6. Dica: Podes trocar coentros por salsa, ou não adicionar o vinho branco e o sumo de limão para uns chocos a algarvia mais tradicionais e simples.

17 – Sonhos de Natal

Sonhos de Natal – Aqueles fofinhos fritos de natal, bem não posso dizer que sejam os meus favoritos doces de natal, mas são os mais populares!

Receitas Portuguesas

Quando você fizer esses Sonhos de Natal todo mundo vai pedir a receita.

Ingredientes Sonhos de Natal:

Verifique se todos os ingredientes estão limpos antes de começar.

  • Água – 400ml
  • Farinha – 200gr
  • Manteiga – 50gr
  • Açúcar – 30gr
  • Farinha Maisena – 50 gr
  • Ovos – 5
  • Limão – 1 Casca
  • Sal – Uma pitada
  • Açúcar – 500gr
  • Limão – 1 Casca
  • Laranja – 1 Casca
  • Canela – 1 Pau

Passo a passo Sonhos de Natal:

Ao preparar uma receita você pode adicionar ou retirar ingredientes de acordo com sua preferência pessoal, mas lembre de manter a ordem do passo a passo para não comprometer os resultados.

  1. Começa pela massa, num tacho põe-se a água, a manteiga, o açúcar, e uma casca de limão e uma pitada de sal, leva tudo ao lume até levantar fervura.
  2. Depois de levantar fervura, retira a casca de limão e começa a juntar as farinhas peneiradas e misturadas.
  3. Mexe tudo bem com uma colher de pau até criar uma bola, retira a panela do lume e retira a massa para dentro de uma tigela grande ou alguidar, mexendo sempre até a massa arrefecer completamente.
  4. Por fim junte os ovos a massa um a um, batendo sempre cada vez que juntares o ovo até ficarem completamente integrados na massa.
  5. Agora aqueça óleo para uns 150ºC tu queres bastante óleo mas não super quente.
  6. Deite colheradas de massa no óleo, não ponhas demasiadas para não baixar a temperatura, enquanto os sonhos forem alourado, pica com um garfo para não arrebentar, depois de bem louros, retira para papel absorvente para arrefecer.
  7. Depois de escorrido do excesso de óleo põe os sonhos na calda de açúcar (ou rega por cima) e depois polvilha com açúcar e canela a gosto.
  8. Para a calda, leve ao lume a ferver 300ml de água, junta o pau de canela, as cascas de limão e laranja, deixe ferver uns 15 minutos até criar ter uma consistência mais suave, retira as cascas e o pau de canela e deixe arrefecer antes de juntarem aos sonhos (senão estes vão absorver demasiado e ficar moles).

18 – Francesinha à moda do Porto

Francesinha à moda do Porto – A um prato tipicamente tripeiro que ainda entrou na lista, parece simples mas acaba por ser um daqueles pratos que tens de treinar muitas vezes e criar a tua própria receita!

Receitas Portuguesas

Essa receita de Francesinha à moda do Porto é tão boa que vai virar uma tradição na sua família.

Ingredientes Francesinha à moda do Porto:

Lembre de sempre utilizar ingredientes novos para que o sabor seja o melhor possível

  • Cerveja – 1
  • Leite – 100 ml
  • Caldo de Carne – 100 ml ou 1/2 cubo dissolvido em água
  • Louro – 2 Folhas
  • Margarina – 1 Colher de Sopa
  • Vinho do Porto – 1 Chávena
  • Farinha Maizena – 1 Colher de Sopa
  • Polpa de Tomate – 2 Colheres de Sopa
  • Piripiri – Q.B.
  • Pimenta – A gosto
  • Sal – A gosto
  • Pão – 2 Fatias de Forma
  • Carne Assada – A gosto (ou Bife)
  • Fiambre – A gosto
  • Queijo Flamengo – A gosto
  • Salsicha – A gosto
  • Linguiça – A gosto

Passo a passo Francesinha à moda do Porto:

Com ingredientes de qualidade o passo a passo se torna muito mais prático, aproveite esta oportunidade para realmente colocar a mão na massa e sentir os prazeres de preparar uma receita saborosa.

  1. Começa-se por criar o molho, numa panela e levar ao lume, começa por pôr todos os líquidos, a cerveja, o caldo de carne, o vinho, e o leite.
  2. Depois acrescente a margarina, a farinha maisena, o tomate e um pouco de piripiri e mistura bem, se precisares usa a varinha mágica para não deixar criar grumos.
  3. Por fim junte o louro e mexe até o molho engrossar e ficar a gosto, se precisar retifica com um pouco de sal e pimenta.
  4. Depois do molho estar pronto, montar a francesinha, põe a carne assada, fiambre, salsicha e a linguiça dentro da Sandy, depois  a outra fatia de pão por cima e põe umas belas fatias de fiambre em cima, depois move a sandes para uma frigideira ou travessa de levar ao forno e rega a sandes com o molho e leva a um forno forte para gratinar e está pronto.

19 – Arroz Doce Tradicional

Arroz Doce Tradicional – Faz-se num instante, eu pessoalmente gosto do meu arroz doce um pouco entre o leite creme e arroz doce, por isso tendo a por menos açúcar e menos arroz do que esta receita.

Receitas Portuguesas

Esse Arroz Doce Tradicional é Ideal para conquistar aquela pessoal especial pelo estômago.

Ingredientes Arroz Doce Tradicional:

Você pode adicionar ou retirar ingredientes da receita de acordo com seus gostos, o importante é ser criativo.

  • Arroz Carolino – 250 gr
  • Leite – 350 ml
  • Açúcar – 200 gr
  • Gema – 4
  • Limão – 1 Casca
  • Canela – 1 Pau
  • Canela – Em pó para servir ou decorar
  • Sal – Uma pitada

Passo a passo Arroz Doce Tradicional:

Tenha todos os ingredientes e utensílios necessários em mãos antes de começar, você vai economizar tempo e garantir que sua receita tenha os melhores resultados.

  1. Começa-se por cozer o arroz em água, põe um pouco mais do dobro de água que a quantidade de arroz (600 ml), põe a casca de limão, pau de canela, o arroz e uma pitada de sal.
  2. Baixa o lume para brando e deixa cozer até a água evaporar toda, como se tivesses a fazer um arroz cozido.
  3. Aqueça à parte o leite (no forno ou microondas), quando o arroz estiver cozido, acrescente aos poucos o leite, põe um pouco, vai mexendo, quando precisar de mais, deita mais um pouco de leite, vai fazendo assim pouco a pouco até usares todo o leite.
  4. Depois adiciona o açúcar e mexe bem até ficar bem misturado, eu normalmente adiciono o açúcar a olho porque não gosto de arroz doce muito doce, mas podes misturar 3/4 e provar e põe mais se quiseres.
  5. Tira do lume e deixe arrefecer um pouco, á parte numa tigela bata as gemas e depois tira umas colheres do arroz doce e junte as gemas (queres aumentar a temperatura das gemas sem as cozinhar, assim não coalham), mistura bem e depois junta as gemas ao arroz doce e mistura bem.
  6. Volta o arroz ao lume para engrossar por mais uns minutos, depois retire do lume (tira o pau de canela e a casca de limão) e põe em taças pequenas ou em frascos (eu gosto de frascos hehehe ficam super portáteis).
  7. Podes comer morno ou podes deixar 1 hora no frigorífico antes de servir, sempre com canela por cima.

20 – Arrepiados

Arrepiados – Olha olha quem anda a arrepiar e conseguiu entrar na lista, os típicos arrepiados Algarvios, mas hey! Quem é que não gosta de biscoitos estaladiços de amêndoa? hehehe

Receitas Portuguesas

Você vai querer fazer esses Arrepiados hoje mesmo.

Ingredientes Arrepiados:

Cada ingrediente tem sua importância então escolha com atenção.

  • Amêndoa – 250gr (Com casca)
  • Açúcar – 250gr
  • Claras – 2
  • Limão – Raspa a gosto

Passo a passo Arrepiados:

Agora é o momento principal, você deve seguir o passo a passo para garantir um resultado saboroso e sem erros na receita.

  1. Se fores pelar as amêndoas, vais escaldar estas, mas eu prefiro os arrepiados com casca, por isso vou triturar com uma trituradora até ficar em pedaços pequenos mas não em pó (guarda uma quantas amêndoas para depois pôr por cima de cada biscoito).
  2. Agora começa a bater as claras até criares um castelo firme, de seguida introduz aos poucos o açúcar como se estivesses a criar um merengue, sempre a bater.
  3. Introduz as amêndoas picadas e um pouco de raspa de limão (acho que dá um toque especial e cortar a doçura do arrepiada, se quiseres a receita mais tradicional não acrescentes a raspa) e mexe com uma colher de pau até a massa ficar bem envolvida.
  4. Por fim forrar um tabuleiro de levar ao forno com papel anti-aderente e deite espaçados colheradas da massa (põe colheres razoáveis não é como biscoitos normais que crescem), por cada colher põe por cima uma amêndoa pelada inteira.
  5. Leva o tabuleiro a um forno pré-aquecido a 100ºC, eles devem ficar prontos em por volta de 1hora, podes também aumentar a temperatura para 170ºC assim eles ficam mais estaladiços por fora e suaves por dentro, ai devem estar prontos em 30 a 40 minutos, depende do tamanho que fizeres.

Volte sempre!

Se você gostou das receitas portuguesas não perca a chance de visitar novamente o nosso blog e conhecer outras listas com receitas deliciosas do mundo inteiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guia da Culinária

O Guia da Culinária foi criado em junho de 2019 para suprir uma demanda de receitas fáceis de serem preparadas, com poucos ingredientes e de baixo custo, além de é claro, a necessidade de um super blog com as melhores dicas para melhorar o seu desempenho na cozinha.
Este é um site do grupo B20